12°C 24°C
Curitiba, PR
Publicidade

Última parcela do IPVA deve ser paga em maio

Usuário que não quitar o imposto poderá arcar com juros e multa, além da possibilidade de apreensão do veículo e impedimento de circulação

26/05/2023 às 16h55
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
FreePik
FreePik

Os proprietários de veículos automotores que optaram pelo parcelamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) devem quitar a última parcela neste mês de maio. O não pagamento do IPVA pode acarretar penalidades, como multas, juros, apreensão do veículo e até mesmo a impossibilidade de realizar o licenciamento do veículo, o que impede a sua circulação legal nas vias públicas.

O IPVA é anual e seu valor é determinado pela Secretaria da Fazenda de cada estado, com base no valor venal do veículo, que é o valor de mercado do veículo na data de avaliação. O imposto pode variar de estado para estado e também de acordo com o tipo de veículo e sua idade.

“Em estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a multa por IPVA atrasado é de 0,33% por dia, até alcançar o limite de 20%, o que ocorre em 60 dias. E o IPVA atrasado também sofre juros mensais baseados na taxa Selic”, alerta André Brunetta, diretor de Inovação e Digital da Estapar. 

Conduzir um veículo que não esteja licenciado é infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Veículos não regularizados correm ainda o risco de retenção em blitz, caso apresentem riscos à segurança, além de não poderem ser transferidos em caso de venda. Além disso, o nome do proprietário é incluído na dívida ativa e também na lista de devedores do SPC, Serasa e SCPC.

Opções de pagamento

Para evitar problemas legais e garantir a regularidade do veículo, alguns motoristas usam serviços e aplicativos para gerir prazos e boletos, além de buscar formas de pagamento facilitadas. 

“Alguns apps, como o Zul+, da Estapar, ajudam os motoristas a não esquecerem de pagar IPVA, licenciamento e multas. Alertas sobre os prazos de vencimento são enviados aos usuários por e-mail e notificações no celular. Além disso, facilita a consulta de possíveis débitos ativos”, conta Brunetta. 

Para quem já perdeu os prazos e vai ter que arcar com a multa e os juros, é possível até mesmo parcelar todos os débitos em até 12 vezes no cartão de crédito. Assim que o pagamento for realizado, o débito é regularizado em poucos dias úteis. 

A tecnologia também permite pedir a emissão do documento do carro, o CRLV digital. Assim ele fica disponível no celular mesmo se não houver acesso à internet. Usuários com mais de um veículo podem ter todos os documentos em um aplicativo, e para quem divide o veículo com alguém, também é possível carregar o CRLV em mais de um aparelho.

Para saber mais, basta acessar: https://zuldigital.com.br?utm_source=artigo_terceiro&utm_medium=branded-content&utm_campaign=dino&utm_term=web&utm_content=IPVA_PRAZO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Curitiba, PR
16°
Tempo limpo

Mín. 12° Máx. 24°

16° Sensação
1.54km/h Vento
75% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h00 Nascer do sol
05h34 Pôr do sol
Sex 25° 13°
Sáb 26° 15°
Dom 26° 16°
Seg 26° 16°
Ter 27° 16°
Atualizado às 20h02
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,36 +0,04%
Euro
R$ 5,76 +0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,75%
Bitcoin
R$ 379,423,90 +0,07%
Ibovespa
119,567,53 pts -0.31%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Publicidade