10°C 21°C
Campo Largo, PR
Publicidade

Semana da árvore: IAT disponibiliza 70 mil mudas para recuperar 78 hectares

Programação prevê também ações de educação ambiental em parceria com escolas públicas, associações, empresas e prefeituras municipais. As atividad...

16/09/2023 às 16h20
Por: Neymar Bandeira Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Denis Ferreira Netto
Foto: Denis Ferreira Netto

O Governo do Estado promove a partir da segunda-feira (18) uma série de atividades ambientais para comemorar o Dia da Árvore, celebrado oficialmente na quinta (21). Os principais destaques serão a distribuição e o plantio de 70 mil mudas de espécies nativas em 16 regionais do Instituto Água e Terra (IAT) espalhadas pelo Paraná. Ao todo, 78,68 hectares serão reflorestados.

As mudas foram produzidas nos 19 viveiros florestais e dois laboratórios de sementes do órgão ambiental.

Além disso, a programação prevê ações de educação ambiental em parceria com escolas públicas, associações, empresas, produtores rurais e prefeituras. As atividades vão até sexta-feira (22) e fazem parte do programa Paraná Mais Verde, que atua para ampliar a cobertura vegetal do Paraná. Desde 2019, mais de 8,5 milhões de mudas foram distribuídas pelo instituto.

“A proposta busca o bem-estar da população com um meio ambiente melhor, mais agradável e com mais florestas nativas no Estado”, destaca o diretor-presidente do IAT, Everton Souza.

A regional de Cascavel, no Oeste, vai entregar 12.050 mudas, em cidades como Cafelândia, Catanduvas, Boa Vista da Aparecida e Capitão Leônidas Marques, além de Cascavel.

O escritório de Campo Mourão, por sua vez, vai disponibilizar 11.519 mudas para Moreira Sales, Juranda, Quinta do Sol, Campina da Lagoa, Ubiratã e Mamborê. Já o IAT de Maringá prevê distribuir 11.010 árvores em municípios ao redor da cidade-polo.

“Em Moreira Sales, por exemplo, vamos recuperar, com a ajuda da secretaria municipal do Meio Ambiente e de alunos, a mata ciliar. Já em Campina da Lagoa o plantio se dará em um parque estadual”, afirma o coordenador do viveiro de Engenheiro Beltrão, Antônio Teixeira da Silva.

VIVEIROS– O IAT é responsável pela coleta, armazenamento e distribuição de sementes, bem como produção das mudas e sua disponibilização gratuita à população.

Para isso, conta com a atuação de dois laboratórios de sementes – em São José dos Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba) e em Engenheiro Beltrão (Centro-Oeste). Eles auxiliam no abastecimento dos 19 Viveiros Florestais do IAT através da coleta, armazenamento e distribuição das sementes para a produção de mais de 100 espécies florestais nativas, sendo 25 delas consideradas ameaçadas de extinção.

Os viveiros estão localizados em São José dos Pinhais, Engenheiro Beltrão, Salgado Filho, Cascavel, Cornélio Procópio, Guarapuava, Fernandes Pinheiro, Ivaiporã, Jacarezinho, Morretes, Ibiporã, Mandaguari, Pato Branco, Tibagi, Pitanga, Paranavaí, Toledo, Umuarama e Paulo Frontin.

COMO SOLICITAR– Os interessados podem solicitar mudas por meios digitais, como o aplicativo Paraná Mais Verde, disponível na Play Store (modelos Android).

Ao fazer o pedido para até 100 mudas/ano, o requerimento é aprovado automaticamente e as plantas poderão ser retiradas diretamente no viveiro escolhido. Basta ligar para a unidade do IAT para agendar quando buscar.

Para mais de 100 mudas, o requerimento seguirá para análise e aprovação de um técnico do IAT. O requerente poderá acompanhar a solicitação e será informado quando for aprovada. Após a liberação, pegará as mudas no viveiro selecionado.

É possível também registrar a solicitação através do Sistema de Gestão Ambiental (SGA). É um caminho que permite aos usuários a requisição de mudas nativas e consultas relacionadas ao requerimento feito pela internet através do endereço www.sga.pr.gov.br .

Após a solicitação, o pedido passará por uma análise do IAT. Caso seja aprovado, será encaminhado um e-mail ao requerente, com as informações do local de retirada das mudas e a documentação necessária.

“Essa é uma linha de ação do programa Paraná Mais Verde, que disponibiliza para a população mudas de espécies nativas em datas comemorativas com o intuito de estimular a preservação e a conservação da natureza. Por meio desses plantios recuperamos muitas áreas, com prioridade para aquelas de preservação permanente”, explica a agente profissional da Diretoria de Patrimônio Natural do IAT, Roberta Scheidt Gibertoni.

As datas oficiais são: Dia Mundial da Água (22 de março); Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho); Dia da Árvore (21 de setembro); e Dia do Rio (24 de novembro).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Campo Largo, PR
16°
Tempo limpo

Mín. 10° Máx. 21°

16° Sensação
0.93km/h Vento
77% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h02 Nascer do sol
05h46 Pôr do sol
Sex 22°
Sáb 23°
Dom 21°
Seg 23° 10°
Ter 23° 10°
Atualizado às 18h08
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,54 +1,05%
Euro
R$ 6,04 +0,68%
Peso Argentino
R$ 0,01 +2,42%
Bitcoin
R$ 376,103,80 -0,26%
Ibovespa
127,652,06 pts -1.39%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Publicidade