10°C 13°C
Campo Largo, PR
Publicidade

Segurança ferroviária: municípios ganham canal direto para solucionar problemas

Uma reunião inédita e bastante interativa colocou lideranças de municípios paranaenses que têm travessias de trem para conversar com representantes...

15/09/2023 às 17h06
Por: Neymar Bandeira Fonte: Assembleia Legislativa - PR
Compartilhe:
O encontro foi nesta quinta (14/9), em Londrina, organizado pelo deputado estadual Tiago Amaral (PSD), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná. / Créditos: Divulgação
O encontro foi nesta quinta (14/9), em Londrina, organizado pelo deputado estadual Tiago Amaral (PSD), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná. / Créditos: Divulgação

Uma reunião inédita e bastante interativa colocou lideranças de municípios paranaenses que têm travessias de trem para conversar com representantes do Ministério dos Transportes e da concessionária Rumo. Em pauta, a melhoria da segurança nas passagens em nível que cortam 76 cidades, para evitar acidentes e preservar vidas.

O encontro foi nesta quinta (14/9), em Londrina, organizado pelo deputado estadual Tiago Amaral (PSD), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná. Tiago Amaral lembra que, na audiência pública feita em junho em Curitiba, foi detectada uma falta de clareza sobre qual caminho os prefeitos devem tomar para encontrar soluções. “Os municípios têm interesse em melhorar a segurança nas passagens em nível e precisam saber para quem enviar os projetos e poder acompanhar o andamento”, aponta o deputado.

Situação preocupante

A coordenadora do núcleo regional da Casa Civil, Sandra Moya, também participou da reunião. Cerca de 30 municípios enviaram representantes, entre eles Londrina, Ipiranga, Mauá da Serra, Arapongas, Santa Mariana, Jataizinho, Marialva e Marilândia do Sul. Prefeitos de seis cidades participaram pessoalmente: Conrado Scheller, de Cambé, Junior da Femac, de Apucarana, Ailton Maistro, de Rolândia, Lauro Júnior, de Jandaia do Sul, Paulo Wilson Mendes, de Califórnia, Fabio Ferreira, prefeito em exercício de Cambira

“Aceitamos o convite feito pelo deputado Tiago Amaral, porque esta é realmente uma situação que preocupa muito em Apucarana, a exemplo de outras cidades da região, principalmente em passagens em nível no acesso a bairros populosos”, afirma o prefeito Junior da Femac. 

Trabalho em conjunto para beneficiar a comunidade

O representante do Ministério dos Transportes, engenheiro Alex Trevizan, que atua na Secretaria Nacional de Transporte Ferroviário, em Brasília, fez uma apresentação em que destacou a necessidade de o órgão ouvir prefeitos, concessionárias, agentes públicos e a comunidade. O objetivo, segundo ele, é colher informações, para planejar soluções que realmente tragam benefícios à comunidade. Trevizan mencionou o convite feito pelo deputado estadual Tiago Amaral, que deu a possibilidade de colher subsídios com os municípios do Paraná.

Já o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Rumo, Marcelo Fiedler, disse na apresentação que é necessário um trabalho conjunto para cuidar dos cruzamentos, porque não existe um único dono. Municípios, concessionária e órgãos federais precisam ajudar uns aos outros, com recursos, técnica e conhecimento. Fiedler pontuou como são as normas que regem o setor e qual é a responsabilidade de cada ente. Falou também sobre as passagens em nível sensoriadas, uma nova tecnologia em testes, exemplificada por um vídeo produzido pela Secretaria Municipal de Arapongas, chefiada pelo secretário Paulo Sérgio Argati, que também participou da reunião.

Ao final, o gerente da Rumo colocou à disposição um número de telefone e um endereço de e-mail exclusivos para que os municípios falem diretamente com a Rumo quando for necessário.

Londrina quer antigo leito de trem para ampliar avenida

Os participantes tiveram espaço para intervir com comentários, questionamentos e dúvidas durante as apresentações dos convidados. Muitos municípios também trataram de situações específicas e receberam orientações diretas.

João Verçosa, secretário de Obras e Pavimentação de Londrina, aproveitou para cobrar da Rumo e do Ministério dos Transportes a solução para um nó que já dura 15 anos. É o tempo desde que foi desativado o ramal ferroviário que servia à antiga indústria Anderson Clayton, onde atualmente é o Shopping Boulevard, perto da rodoviária.

Depois de tanto tempo, a prefeitura ainda não conseguiu receber de volta o terreno do ramal desativado. A área é reivindicada para ser usada no prolongamento da Avenida das Laranjeiras, ligando a UTFPR ao centro da cidade. Alex Trevizan, do Ministério dos Transportes, assumiu um compromisso de ajudar a resolver o problema o quanto antes.

“A reunião agendada pelo deputado estadual Tiago Amaral foi muito produtiva e trouxe as pessoas que realmente entendem do assunto e podem dar uma luz pra gente”, comentou João Verçosa.

Jandaia do Sul busca soluções para evitar novas tragédias

O prefeito de Jandaia do Sul, Lauro Júnior, levou para a reunião as angústias do município, que viveu em março uma tragédia: o acidente entre um trem e um ônibus da APAE, em que morreram cinco pessoas. A cidade vem desenvolvendo por conta própria ações para melhorar a segurança nas passagens em nível. Mas o prefeito, que também é presidente da AMUVI – Associação dos Municípios do Vale do Ivaí, considera que é preciso ir além, o que agora será possível.

“Nós tínhamos um distanciamento da Rumo e até do Ministério dos Transportes. Com essa reunião solicitada pelo deputado estadual Tiago Amaral, nós ficamos mais próximos. A partir de um diálogo maior, nós conseguimos buscar soluções que possam de fato trazer mais segurança para as pessoas”, declara o prefeito Lauro Júnior.

Resultado prático da reunião

O deputado estadual Tiago Amaral anunciou o resultado prático: “Ficou determinado um ponto focal de resposta na Rumo, que abriu um canal direto de comunicação com os municípios, para definir projetos e ações e agilizar encaminhamentos. E o Ministério dos Transportes, que também está aberto ao contato direto, ficou com a responsabilidade de nos ajudar a definir quais investimentos devem ser feitos e as respectivas fontes de recursos”.

Tiago Amaral destaca que a reunião é uma novidade em âmbito nacional, já que órgãos federais e concessionárias ainda não tiveram esse contato estreito com os municípios no restante do Brasil. “Eu tenho certeza de que nós vamos acabar ajudando o próprio Ministério dos Transportes e a Rumo. Eles falaram que vão levar esse nosso modelo de diálogo para os outros estados, para resolver problemas como esses que temos aqui e que se repetem Brasil afora. O Paraná se torna referência mais uma vez diante de todo o país”, celebra o presidente da CCJ da Assembleia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Campo Largo, PR
11°
Tempo nublado

Mín. 10° Máx. 13°

11° Sensação
2.56km/h Vento
96% Umidade
100% (5.6mm) Chance de chuva
07h02 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Ter 13° 10°
Qua 19° 11°
Qui 22° 10°
Sex 23° 10°
Sáb 22° 11°
Atualizado às 09h02
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,47 +0,69%
Euro
R$ 5,96 +0,59%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,46%
Bitcoin
R$ 364,801,97 +9,30%
Ibovespa
128,761,72 pts -0.1%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Publicidade