19°C 32°C
Maringá, PR
Publicidade
Anúncio

Empresa catarinense divulga ações e perspectivas para 2023

Rafael Borges, CEO da Hidrolight, comenta a evolução da empresa ao longo dos anos e seus planos e perspectivas para 2023, que incluem um novo CD e ...

18/01/2023 às 19h30
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

De acordo com a mais recente projeção a respeito do cenário econômico brasileiro para 2023, divulgada nesta segunda-feira (16) pelo Relatório Focus, do Banco Central, este ano será de intensos desafios para o empresariado nacional. 

Segundo o relatório, elaborado por analistas do mercado financeiro, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) deve ser de 5,39% (ante 5,36% na estimativa anterior), a previsão da taxa de juros básica da economia brasileira (Selic) foi mantida em 12,25%, o dólar deve ficar em R$ 5,28 e o PIB (Produto Interno Bruto) teve sua projeção anual de crescimento reduzida de 0,78% para 0,77%.

Nesse sentido, empresas brasileiras dos mais diversos segmentos se preparam para remar contra as adversidades para poder navegarem em águas mais tranquilas. Exemplo disso, a Hidrolight do Brasil SA - empresa que atua com ortopedia e artigos para esporte e reabilitação -, já definiu as estratégias para enfrentar os desafios dos próximos anos. O negócio nasceu em Garopaba (SC), em 1987.

“Nos últimos meses de 2022 vimos a instabilidade do mercado em relação às incertezas quanto ao futuro do país e do mundo. Por isso, arriscamos alto para as estratégias de 2023”, afirma Camila Borges, diretora de marketing da Hidrolight SA. “A Hidrolight acredita em Gabriel Medina e grandes lançamentos de produtos para buscar o sucesso e enfrentar desafios no cenário político e financeiro em 2023”, diz ela.

Medina é tri-campeão mundial de surf da ASP World Tour de 2014, 2018 e 2021 e foi o primeiro brasileiro a vencer um mundial de surf. Com a contratação, a empresa pretende alcançar novos parceiros e garantir a solidez da marca. 

“Gabriel Medina estampará as lojas ao redor do país e nossa brand store na Amazon US. Além disso, o atleta deve participar de nossas campanhas nacionais e vai carregar a marca em todas as etapas do campeonato mundial”, explica. Segundo a diretora de marketing, Medina ainda assina a linha Recovery da marca, com tecnologia Air Knit Wave.

Rafael Borges, CEO da Hidrolight, afirma que em 2023 a empresa conta com mais de 450 colaboradores e possui mais de 700 variações de produtos (SKU’s), com mais de 20 marcas próprias de produtos lançados nacionalmente. Dentre eles, dezenas de produtos exclusivos, com desenhos registrados junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

“Este ano, a Hidrolight implementou uma política de lançamento periódico de novos produtos. A empresa possui sua sede própria com três prédios e já planeja construir o quarto prédio”, afirma.

Como tudo começou?

Camila Borges, Diretora de Marketing da empresa,  conta que a Hidrolight  começou a operar em 1987, nos fundos da casa da família em Garopaba, produzindo chinelos, raquetes de frescobol, pranchas de bodyboard e produtos em E.V.A. para piscina.

“Em 2000, o empreendimento deu início à produção em Neoprene com luvas de musculação, que estão no mix da Hidrolight até hoje. Neste ano, a empresa entrou para o mundo ortopédico, que veio a se tornar a linha principal da marca por conta de sua especialização no mercado”, afirma.

O ano de 2007 marcou o início da automação da Hidrolight, quando o faturamento começou a dobrar de ano a ano. Em 2010, ocorreu a inauguração do segundo prédio da sede, com 55 colaboradores.

“Já em 2020, com o objetivo de consolidar sua expansão nacional e internacional, bem como sua marca no mercado global, a empresa alterou sua natureza jurídica para sociedade anônima, e passou a ser chamada Hidrolight do Brasil S.A”, reporta. Ela conta que a marca já é registrada em mais de 28 países da Europa e 9 países da América Latina, bem como nos Estados Unidos.

"Em 2022, a Hidrolight alcançou o marco de 35 anos de história. Para o futuro, este permanece sendo o nosso norte com o acréscimo de sonhos mais desafiadores com foco em estruturação interna mais profissional, expansão de portfólio e alcance de novos mercados”, afirma Rafael Borges.

Perspectivas para o futuro

De acordo com o CEO da Hidrolight do Brasil SA, as perspectivas para o futuro da empresa são positivas, e incluem a expansão com uma operação nos Estados Unidos. ”A primeira parte da operação americana é diretamente com a Amazon USA, já com planos estratégicos de ampliação”.

Segundo Rafael Borges, a empresa também prevê a conclusão de um novo CD (Centro de Distribuição) em Paulo Lopes (SC) com 7.000 m2 para o segundo semestre deste ano. “Toda a operação logística será concentrada lá [no novo CD] com um espaço mais amplo. Com isso, o processo será agilizado, considerando que hoje um pedido leva no máximo 48h para ser expedido”.

Para 2024, a Hidrolight do Brasil SA já confirmou a sua participação na Feira Hospitalar em São Paulo (SP), a maior feira do segmento na América Latina.

Para mais informações, basta acessar: https://hidrolight.com.br/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Maringá, PR
23°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 32°

23° Sensação
2.03km/h Vento
77% Umidade
13% (0mm) Chance de chuva
06h03 Nascer do sol
07h17 Pôr do sol
Dom 31° 19°
Seg 27° 18°
Ter 24° 18°
Qua 26° 18°
Qui 25° 19°
Atualizado às 21h19
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,11 -0,06%
Euro
R$ 5,55 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,03 +0,12%
Bitcoin
R$ 125,312,39 -0,11%
Ibovespa
112,316,16 pts -1.63%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Anúncio